9 de mai de 2008

Minha Prece

Oh Divina Graça
Traga esta calma
Profundo nas almas
Milagre! Se faça...

Arranque estas coraças
Envolvendo corações
Alivíe estas sofridas carcaças
Arrebente estes herméticos portões

********

Bendita graça, sejas!
Pacifica esta raça
Desunida humana
Que de teu Céu é poeira
Que de tua Terra é tirana

********

Eis nossos pés cruzando a beira
Eis nossa arcaica embaraçada trama
Tempos e Templos Sagrados em ruinas
Pérolas preciosas enterradas na lama
“Vê a fumaça naquela colina?”
São almas geladas torturando almas em chamas...

********

Alheios a ti Poderosa Graça Divina
Graciosamente criadora desta raça humana
Qual por cargas d’água, fado ou sina
Do amor é solteira
Da justiça é insana

**************

-Andréa Cristo-

Nenhum comentário: