31 de dez de 2009

Lua IV - Lua azul

Lua azul de magia
Luz cristalina de amor
Ilumina a última noite do dia
Onde eu fui tristeza e dor

Lua azul deslumbrante
Luz cintilante de vida
Ilumina a noite errante
Onde eu fui um dia esquecida

Lua azul energética
Luz de intenso poder
Ilumina a noite mais tétrica
Onde eu meditei em morrer

Lua azul milagrosa
Luz que remata este ano
Abrindo meu corpo em rosa
Fechando as portas do engano

Lua azul vem à mim
Penetra tua luz em meu ventre
Ilumina meus cantos escuros
Onde eu escondi a semente
Que liberada no sol de amanhã
Poderá brotar livremente
Florecendo em prados de amor
Adornando meu novo presente

Amém
______________________________
Andréa Cristo

Um comentário:

Nanci Cerqueira disse...

Fantástico! És uma mulher admirável! Parabéns poetisa! Bjs na tua alma